domingo, 22 de Julho de 2007

"Maria escolheu a melhor parte, que não lhe será tirada." Lc 10, 42


«Continuando o seu caminho, Jesus entrou numa aldeia. E uma mulher, de nome Marta, recebeu-o em sua casa. Tinha ela uma irmã, chamada Maria, a qual, sentada aos pés do Senhor, escutava a sua palavra. Marta, porém, andava atarefada com muitos serviços; e, aproximando-se, disse: «Senhor, não te preocupa que a minha irmã me deixe sozinha a servir? Diz-lhe, pois, que me venha ajudar.» O Senhor respondeu-lhe: «Marta, Marta, andas inquieta e perturbada com muitas coisas; mas uma só é necessária. Maria escolheu a melhor parte, que não lhe será tirada.»

Quantas vezes, no nosso dia-a-dia, somos como Marta? Atarefados, inquietos e perturbados com muitas coisas! Até nos serviços que exercemos na Igreja, somos assim, inquietos e perturbados, preocupados em que tudo sai perfeito. Fazendo demasiadas coisas ao mesmo tempo como se fossemos os únicos capazes. Não seria melhor, como Maria, sentarmo-nos aos pés de Jesus para escutar a Sua Palavra? Todo o serviço deve partir da Palavra. Não interessa fazer muitas coisas, exercer muitos serviços brilhantemente, se não conseguirmos enraizar a nossa vida na Palavra!

1 comentário:

pe.cl disse...

Li este Evangelho por "6" vezes hoje (cometi o excesso de celebrar 6 eucaristias, mas como costumo dizer Cristo disse - fazei isto em memória de mim - mas não disse quantas e por isso mesmo celebro tantas vezes quantas o povo necessitar desde que disso não faça comércio)e em cada eucaristia que celebrava descobria mais uma novidade desta Palavra de Deus que me falava de mim, das minhas correrias, dos meus excessos, do meu activismo desenfreado.

De facto é muito importante assumirmos o papel de "Maria" sentados aos pés do Mestre escutando-O e deleitando-nos com as suas palavras.

Beijinhos no coração.